kardecpedias-06
kardecpedias-04
kardecpedia-01
kardecpedias-05
kardecpedias-07
kardecpedias-08

kardecpedias-03
kardecpedias-02

Vida Extraterrestre

Existe vida em outros Planetas?
Você acredita que existe vida em outros Planetas?
É possível existir?
Considerações iniciais
Primeiramente queremos dizer que vamos fazer uma indagação:
– As pessoas veem ET ou seres espirituais?
Vamos fazer nossas reflexões de acordo com o que estudamos sobre ET’s e sobre a vida no Mundo Espiritual.
Cada pessoa tem o seu ponto de vista sobre a vida Espiritual e principalmente sobre a vida Extraterrestre, mas é bom estudar os fatos, as matérias e teorias a respeito do assunto para podermos ter a nossa opinião, mas respeitando a opinião dos demais e até mesmo deduzir, a partir de um conjunto de fatos e fatores o que podemos entender a respeito do assunto.
Que é interessante e muito excitante para a nossa imaginação em geral.

***********

O que é o homem?… Um composto de três princípios essenciais: o Espírito, o perispírito e o corpo. A ausência de um qualquer destes três princípios, necessariamente, levaria ao aniquilamento do ser no estado humano.
Allan Kardec sobre a Homeopatia – Revista Espírita, Jornal de Estudos Psicológicos, 1967 – Editora FEB.

AMAI-VOS UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI. Jesus
A visão metafísica do ser humano é a visão científica das Leis de Deus.

****************
Conheça nossos livros:
Homeopatia tratamento para o espírito e para o corpo,
Organon Comentado,
Alterações Mentais e o Tratamento Alternativo,
Homeopatia nas Doenças do Trabalhador e do Trabalho,
Reflexões com Jesus – Coletânea de súplicas para os momentos difíceis,
Futuro Transcendente,
Conteúdos Transcendentes,
Qualidade Transcendente.

*****************

Tomando em consideração apenas o elemento material ponderável, a Medicina, na apreciação dos fatos, se priva de uma causa incessante de ação. Não cabe, aqui, porém, o exame desta questão. Somente faremos notar que no conhecimento do perispírito está a chave de inúmeros problemas até hoje insolúveis.
Allan Kardec sobre o perispírito em O Livro dos Médiuns, item 54 – Editora FEB.

1. Pilatos, tendo entrado de novo no palácio e feito vir Jesus à sua presença, perguntou-lhe: És o rei dos judeus? – Respondeu-lhe Jesus: Meu reino não é deste mundo. Se o meu reino fosse deste mundo, a minha gente houvera combatido para impedir que eu caísse nas mãos dos judeus; mas, o meu reino ainda não é aqui.
Disse-lhe então Pilatos:
– És, pois, rei?
Jesus lhe respondeu:
– Tu o dizes; sou rei; não nasci e não vim a este mundo senão para dar testemunho da verdade. Aquele que pertence a verdade escuta a minha voz. (S. JOÃO, cap. XVIII, vv. 33, 36 e 37.)

1. Não se turbe o vosso coração. – Credes em Deus, crede também em mim. Há muitas moradas na casa de meu Pai; se assim não fosse, já eu vo-lo teria dito, pois me vou para vos preparar o lugar. – Depois que me tenha ido e que vos houver preparado o lugar, voltarei e vos retirarei para mim, a fim de que onde eu estiver, também vós aí estejais. ( S. JOÃO, cap. XIV, vv. 1 a 3.)

3. Do ensino dado pelos Espíritos, resulta que muito diferentes umas das outras são as condições dos mundos, quanto ao grau de adiantamento ou de inferioridade dos seus habitantes. Entre eles há-os em que estes últimos são ainda inferiores aos da Terra, física e moralmente; outros, da mesma categoria que o nosso; e outros que lhe são mais ou menos superiores a todos os respeitos.
Nos mundos inferiores, a existência é toda material, reinam soberanas as paixões, sendo quase nula a vida moral. A medida que esta se desenvolve, diminui a influência da matéria, de tal maneira que, nos mundos mais adiantados, a vida é, por assim dizer, toda espiritual.

4. Nos mundos intermédios, misturam-se o bem e o mal, predominando um ou outro, segundo o grau de adiantamento da maioria dos que os habitam. Embora se não possa fazer, dos diversos mundos, uma classificação absoluta, pode-se contudo, em virtude do estado em que se acham e da destinação que trazem, tomando por base os matizes mais salientes, dividi-los, de modo geral, como segue:
– mundos primitivos, destinados às primeiras encarnações da alma humana;
– mundos de expiação e provas, onde domina o mal;
– mundos de regeneração, nos quais as almas que ainda têm o que expiar haurem novas forças, repousando das fadigas da luta;
– mundos ditosos, onde o bem sobrepuja o mal;
– mundos celestes ou divinos, habitações de Espíritos depurados, onde exclusivamente reina o bem. A Terra pertence à categoria dos mundos de expiação e provas, razão por que aí vive o homem a braços com tantas misérias.

5. Os Espíritos que encarnam em um mundo não se acham a ele presos indefinidamente, nem nele atravessam todas as fases do progresso que lhes cumpre realizar, para atingir a perfeição. Quando, em um mundo, eles alcançam o grau de adiantamento que esse mundo comporta, passam para outro mais adiantado, e assim por diante, até que cheguem ao estado de puros Espíritos.
São outras tantas estações, em cada uma das quais se lhes deparam elementos de progresso apropriados ao adiantamento que já conquistaram. É-lhes uma recompensa ascenderem a um mundo de ordem mais elevada, como é um castigo o prolongarem a sua permanência em um mundo desgraçado, ou serem relegados para outro ainda mais infeliz do que aquele a que se veem impedidos de voltar quando se obstinaram no mal.

10. Nesses mundos venturosos, as relações, sempre amistosas entre os povos, jamais são perturbadas pela ambição, da parte de qualquer deles, de escravizar o seu vizinho, nem pela guerra que daí decorre. Não há senhores, nem escravos, nem privilegiados pelo nascimento; só a superioridade moral e intelectual estabelece diferença entre as condições e dá a supremacia. A autoridade merece o respeito de todos, porque somente ao mérito é conferida e se exerce sempre com justiça.
O homem não procura elevar-se acima do homem, mas acima de si mesmo, aperfeiçoando-se. Seu objetivo é galgar a categoria dos Espíritos puros, não lhe constituindo um tormento esse desejo, porem, uma ambição nobre, que o induz a estudar com ardor para os igualar.
Lá, todos os sentimentos delicados e elevados da natureza humana se acham engrandecidos e purificados; desconhecem-se os ódios, os mesquinhos ciúmes, as baixas cobiças da inveja; um laço de amor e fraternidade prende uns aos outros todos os homens, ajudando os mais fortes aos mais fracos.
Possuem bens, em maior ou menor quantidade, conforme os tenham adquirido, mais ou menos por meio da inteligência; ninguém, todavia, sofre, por lhe faltar o necessário, uma vez que ninguém se acha em expiação. Numa palavra: o mal, nesses mundos, não existe.

Mundos inferiores e mundos superiores

8. A qualificação de mundos inferiores e mundos superiores nada tem de absoluta; é, antes, muito relativa. Tal mundo é inferior ou superior com referência aos que lhe estão acima ou abaixo, na escala progressiva.
Trechos extraídos de O Evangelho Segundo o Espiritismo, de Allan Kardec

Buscando na internet sobre Extraterrestres encontramos vários dados (filmes e textos), mas falando sobre os ETs como se esses fossem apenas seres físicos, mas aqui faremos a abordagem também espiritual.

Segundo os dados encontrados nas pesquisas esses ETs são descritos e separados em grupos, de acordo com a aparência e sentimentos…

Provavelmente, por mais que julgamos ser conhecedores das tecnologias e ciências terrenas, nós nos sentiremos como um camponês que nunca viu um computador diante de um de última geração, ou seja, sem ação.
E como nos comportaremos com relação aos conhecimentos espirituais?

Precisamos entender que se a Terra entre os anos de 1995 a 2015 experimentou um grande salto tecnológico, científico e espiritual imaginem um planeta que esteja:
100 anos à nossa frente…
1.000 anos à nossa frente…
10.000 anos à nossa frente…
100.000 anos à nossa frente…
1.000.000 de anos à nossa frente…

Eles terão conquistas:
tecnológica,
científicas,
econômicas,
sociais,
urbanistas,
educacionais,
religiosas,
espirituais

Estas conquistas provavelmente sejam inimagináveis para nós, primitivos como somos.
Se eles podem vir aqui com todas as tecnologias que possuem e nos respeitam, nós que estamos aprendendo eletrônica e outras tecnologias, e ainda nos achamos no direito de pensar em ir invadir e colonizar outros Planetas… provavelmente teremos grandes dificuldades interativas.
Se eles podem chegar até aqui, viajando dezenas ou centenas de anos-luz para nos visitar, provavelmente, de acordo com os conceitos Espíritas de evolução, só podem ser para nos ajudarem no processo de desenvolvimento em geral, portanto, seguindo esse raciocínio, qual país eles escolheriam para servir de ligação entre eles e os demais?
Quais características deverá ter esse país?
Quais características deverá ter o povo desse país?

Provavelmente, deverá ser o país que tenha as maiores qualidades sociais de respeito à sociedade interna e externa.
Que tenha a maior consciência social e aberto à espiritualização segundo o que eles trouxerem, pois, para a espiritualidade superior:
Quanto mais evoluído é o Espírito, mais espiritualizado e respeitador das Leis de Deus ele é!
Qual país estaria habilitado?
Qual a religião estaria mais próxima da deles?
Eles poderiam se comunicar inicialmente criando um site?
Publicando artigos nos sites existentes?
Como nós iríamos nos comunicar com eles:
Sobre Deus?
Sobre o Sistema Político?
Sobre o Sistema econômico?
Sobre o Sistema militar?

Segundo nossa pesquisa, as principais raças, ou tipos, ou origem dos extraterrestres, são:

Raças ou origem estelar:
Arcturianos, Andrômeda, Arianos loiros, Aldebaram, Anunnnakis, Azuis, Capelinos, Centaurianos, Centaurianos, Daus, Dauses, Essassani, Gless, Grays, Greysli, Lezis, Lirianos, Orinianos, Pleidianos, Piguasianos, Ramay (esses são maus), Reptilianos, Sirius, Sirianos híbridos, Uranianos, Yahyel (ou Shalanaya) Vegas, Zeta reticulianos, Shamtbhala e outros, …

Fontes:
Raças de Extraterrestres – as 10 raças extraterrestres
www.youtube.com/watch?v=2pQuYvbbgGw
www.youtube.com/watch?v=e3brLARFqho
www.ultracurioso.com.br/5-especies-de-alienigenas-que-estao-em-contato-conosco-agora/
www.macasecadeiras.blogspot.com.br

O Livro dos Espíritos – Allan Kardec
O Evangelho Segundo O Espiritismo – Allan Kardec
Os Exilados da Capela – Edgar Armond
Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho – Francisco Cândido Xavier/Humberto de Campos.
A caminho da Luz – Francisco Cândido Xavier/Emmanuel.
Série André Luiz (16 livros)
O Abismo – R. A. Ranieri
Aglon – O Espírito do Mar – R. A. Ranieri/André Luiz
Sexo Além da Morte – R. A. Ranieri/André Luiz

J. W. Rochester:
A Lenda do Castelo Mantinhoso
Elixir da Longa Vida
Os Legisladores
Os Magos
A Morte do Planeta

Visite nossos sites
www.kardeceespiritismo.com.br
www.csterapias.com.br

Voltar:
http://kardeceespiritismo.com.br/a-vida-extraterrestre/

Vida Extraterrestre
Por Favor nos ajude compartilhando >>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

85 − 81 =